Nosso paraíso

No carro, Jack Johnson tocando suas músicas calmas que quase me dão a sensação de estar em perfeita harmonia com o mundo.À 80 Km/h numa estrada,afastada da cidade,com o céu azul sendo testemunha do dia em que aceitei ir com ele ao seu paraíso secreto,um lugar tranquilo e longe das vistas de qualquer um.

O dia está tão perfeito quanto o sorriso dele ao notar que eu, sem titubear , aceitei ser conduzida sem perguntar o tempo todo pra onde estava indo.Não por não gostar de surpresas, as amo,  a minha curiosidade e ansiedade é que sempre falaram alto,na verdade gritavam.Mas hoje, eu fui sem querer saber de nada, só de sentar ao lado dele e contemplar a paisagem límpida e sóbria de um lugar onde eu sempre quis ir e, não sabia o caminho.

O vento batendo nos nossos cabelos traz a sensação de liberdade tipo daquelas de quando a hora de ir embora de um emprego não tão legal chega.O nada que se torna tudo,o desconhecido, o inesperado fascina ;pode ser que chova-eu penso com receio de atrapalhar, porque sou do tipo que pensa logo nos contras, mas ele não, ele me mostra o céu azul e ainda fala da esperada noite estrelada.E que chova! Eu até me jogaria na chuva com ele – só se não tiver trovejando,é claro.

Fico na expectativa do destino final, porém é no caminho onde encontro motivos de sobra para sorrir.  Na ida  me perco em paisagens e no nada,e ao mesmo tempo me encontro.Nas nossas conversas sobre o futuro ou sobre o próximo filme da Marvel vejo as possibilidades de uma vida leve e feliz.Porque espero uma vida de trabalho,mas espero uma vida de diversão e momentos em paz como esse, também.

Os pés descalços em cima do parta luvas, óculos escuros, e o som continua tocando Jonhson … Não tenho mais pressa de chegar, e desconfio que já chegamos ao lugar secreto.Dentro de mim só encontro calmaria , sem celulares ou gps , sem radares pelo caminho, o sol está quase se pondo e eu não me preocupo com o horário.Ele me olha com cara de admiração , olha para a estrada vazia e para em frente a uma pedra enorme.Eu retribuo o olhar e o sigo para fora do carro.À nossa frente toda a imensidão do mar e o sol dando adeus – amo o mar com todas as forças.Só ouço o som da onda quebrando na pedra, e se ainda fosse criança iria ouvir o barulho da estrela maior tocando a água – tsiii.

Quero sentar aqui por horas e observar a beleza da natureza,como Deus fez tudo tão perfeito;água,terra,fogo,ar,eu e você.

Anúncios

Vida louca,vidaaa….

Estive pensando em como a vida pode ser surpreendente,não que eu nunca tivesse notado isso,mas ela consegue surpreender de maneiras grandiosas e inimagináveis.Aquela frase que gostamos de dizer quando nos sentimos prejudicados por alguém “o mundo dá voltas” é tão certa quanto as mulheres usarem minissaias no verão e botas no inverno.Ainda assim dizer que o mundo dá voltas é redundante e pleonástico,talvez a melhor maneira de dizer seja “a vida dá voltas” – nessas voltas ela pode trazer coisas boas ou algumas rasteiras,de qualquer maneira,são curvas válidas.

Há um tempo eu sequer poderia imaginar que o tio da minha amiga iria se apaixonar por uma de nossas colegas da faculdade; ela que sempre dizia não gostar de caras mais velhos,e o que aconteceu? Os dois se casaram com apenas seis meses de namoro.Vai  entender…

Semana passada um morador de rua ganhou sei lá quantos mil no Rio de prêmios,em seguida  descobriu que tinha uma filha.Bem,dizia a moça ser filha de uma mulher que ele conheceu num centro de reabilitação para usuários de drogas.O ex morador de rua aceitou a menina de bom grado,disse que não aguentava mais ser sozinho.A moça ficou Feliz pois o pai prometeu lhe dar metade do dinheiro, ela, que sempre trabalhou,começou com 14 em casa de família e, hoje aos 21 trabalhava como garçonete durante a noite em um bar – durante o dia cuida de crianças no Leblon.

Também já vi gente perder tudo e ter que pedir emprego de porta em porta.Pedindo até a quem nunca estendeu a mão,a quem nunca nem teve coragem de cumprimentar.”Ah,pra que falar com essa gente”?” E no fim acabaram comendo o resto da comida deixada por essa “gente” É,a vida tem suas crises de justiça também.

Eu sempre fui aquela de planejar,grande bobeira a minha! Não que não seja bom fazer planos,mas…nem sempre o que queremos é o que a vida quer,é o que Deus vai mandar.Aprendi com essas lições ,que,a última palavra nunca é da gente,só precisamos abrir os braços e estar preparado para as surpresas da vida.Ou isso,ou carregar anos de frustrações.

Bom mesmo é entender essas variações,um dia estamos no andar de cima,outro no térreo.Tem dias que chove,e tem outros que o sol é escaldante.Tem também os dois:sol e chuva.Alguns andam sempre com guarda-chuva,outros desprevenidos,cada qual a seu modo.E Todos de baixo do mesmo céu,pisando na mesma terra.

Fonte dos desejos

Queria ter as palavras certas para fazer você ficar

Queria ter um olhar mais convincente para te fazer acreditar

Queria ter a chave que abre as portas para libertar os medos

Queria ter a música ideal para ser a nossa trilha

Queria ter o abraço certo para não sufocar, mas te fazer voltar todos os dias.

Queria ter os passos certos para não pisar no teu pé

Queria ter  um sorriso que te desse certeza

Queria ter a casa com varanda pra te ver sentado olhando pro nada

Queria ser o domingo perfeito pra curar o tédio

Queria ser o lugar perfeito

Queria ser o teu remédio

Queria ter a solução pros problemas mais difíceis.

E queria acima de tudo ser a garota mais linda da classe

Aquela que você pensou que nunca te olharia, mas que agora não consegue mais fechar os olhos.

Queria também ser o motivo do teu sorriso e das tuas piadas sem graça para impressionar

Queria ser a menina pra quem você ia fingir tocar violão toda vez que aquela música tocasse

Queria saber o que fazer com todas as incertezas

Queria não ter que soltar da tua mão

Queria viajar contigo para todos os lugares do mapa-mundi

Queria não terminar o texto,queria não virar a página

Queria ler sempre o mesmo livro

Queria ser a última cerveja da festa

Aquela que só você encontrou porque ninguém quis procurar no fundo da geladeira.

Queria ser a camisa xadrez perfeita aquela que você não dá pra ninguém mesmo que não te sirva.

Queria ter 365 dias para ver você chegar.